Então conhecerão a verdade, e a verdade libertará vocês. João 8:32. O mundo em si faz essa liberdade se tornar uma prisão, dando uma falsa visão que o mundo sim te dá a verdadeira liberdade. Mas,se fomos vê não é isso que realmente acontece, e sim quantos mais pecamos, mais ficaremos em prisões onde as sentenças são:

A acusação, somos acusados pelo nossos conhecidos, nossa consciência, por demônios enfim não temos paz e quando não temos paz,não temos como andar de cabeça erguida.

O distanciamento de Deus, quer prisão maior do que se afastar e se afundar no pecado. Sendo que o maior mal da humanidade é o pecado?

Os vícios, sejam eles quais forem tem o poder de colocar correntes das quais as pessoas lutam para sair e não conseguem. Todos dizem magina eu sou forte, o vício não pode me dominar, mas não é bem assim. Mesmo afundando nos vícios a pessoa não tem a consciência de que está em uma prisão e da li se não, for a intervenção de Deus. Ela não consegue largar de nenhum dos vícios a afundando cada vez mais.

A mentira, pois uma vez que se erra, é natural esconder o pecado com outro pecado, falo isso com experiência própria, mesmo dentro da igreja eu andava com pecado pois, ainda não queria conhecer e nem andar com Deus, como hoje eu procuro conhecer e andar. Quantas mentiras falei para enconbrir meus pecados, porém nada adiantava pois não tinha paz,e uma vez que a paz sai, sai também a alegria, sai a saúde,sai a vontade de viver mesmo tendo prazeres momentâneos.

Eu achava que dentro da igreja o importante era o que os outros viam de mim, minhas aparências mas,na verdade tudo aquilo era a religiosidade,prisão mais maligna que existe. Pois ela não permitia que eu andasse com Deus e o conhece-se, como ele é.

Tive que chegar ao fundo do posso, para entender que essa liberdade do mundo na verdade são prisões camufladas. E tudo que eu ganhei com essas prisões foram a vergonha, humilhação, desprezo e o mais ruim eu ,eu mesma com o meu pecado induzi pessoas a pecar também.

E olha que ja tinha lido a bíblia inteira 3 vezes,cheia da letra sem nada do Espírito Santo de Deus, a religiosidade é a maior prisão do pecado, pois ela faz com que você tenha o acesso à verdade más, não a conheça verdadeiramente.

Quantos cristãos, estão nessa cadeia ? E não conseguem sair dela porque tem o acesso a verdade mas, não tem o verdadeiro encontro com a verdade que é Cristo. Porque a palavra fala que sem Jesus é impossível conhecer a Deus. Enquanto não conheci a Jesus Cristo,não andei com Deus. Quantas vezes estava no jardim para conversar com Deus e ao invés disso conversei foi com a serpente (satanás).

Então quando alguém disser para você que o evangelho, ser crente é não curtir nada ,não fazer nada de bom e que está em uma prisão. Olhe para pessoa e diga nesse exato momento eu estou preso ,pois resolvi lutar por almas como você, e Jesus hoje pode te tirar dessa prisão te libertar de todos seus pecados, e te dar paz ,sabedoria, alegria, uma identidade nova e o principal a salvação.

Foi exatamente isso que Jesus fez comigo, hoje eu luto todos os dias para não pecar mas, aprendi que se eu pecar ele tem a misericórdia que a religiosidade não me dava e me perdoa.

A verdade não é uma religião, a verdade não é uma filosofia, a verdade não é um tempo de qualidade, a verdade não são palestras autodevacionais e olha que sou uma couth. A verdade é Jesus Cristo, e quanto mais se conhece dele mais se tem liberdade.

E quem é livre desfruta de paz ,da prosperidade e de todas as coisas boas que a vontade de Deus tem pra nós.

Respostas de 4

  1. Realmente a reliosidade ,nos mata aos poucos ,muitos nen percebem pous estão ocupados cuidando de seu ministérios,Jesus nos salvou não para termos ministérios ou placa de igreja e sim nos salvou para sermos livres ,livres do pecado, livre para que possamos levar a verdade aos cativos .🙏

  2. Enquanto as pessoas não entenderem qual é a diferença entre verdade e religião, vão continuar errando achando que está fazendo o certo, por isso que é tão importante o conhecimento da palavra, a leitura das escrituras, o conhecimento liberta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *